Estudo: insónia afeta adolescentes portugueses

A insónia é o distúrbio de sono mais recorrente nos adolescentes e está associado a fatores sociodemográficos e de estilos de vida. Um em cada três adolescentes sente sono durante o dia, conclui um estudo publicado no European Journal of Pediatrics.
Os distúrbios de sono representam um grave problema de saúde que pode afetar pessoas de todas as idades, incluindo crianças e adolescentes. O estudo, que avaliou 6.919 estudantes em 26 escolas secundárias de Viseu, entre o 7.º o 12.º ano de escolaridade, concluiu que 8.3% dos alunos sofre de insónia e que 21.4% apresenta sintomas de insónia.

Os investigadores explicam que estes sintomas estão fortemente associados ao consumo de café e álcool na adolescência, à vida noturna, ao nível educacional dos pais, à área de residência e, especialmente, a sintomas de depressão. Ainda segundo o estudo, deve ser prestada maior atenção às raparigas e aos adolescentes mais velhos que, de acordo com os resultados, demonstram maior prevalência para sintomas de depressão e, consequentemente, sintomas de insónia.

As conclusões do estudo, publicadas no European Journal of Pediatrics, podem ser consultadas aqui [+]